Mensagem Leonística

Aos nossos Futuros Dirigentes dos Clubes do Distrito Rio de Janeiro LC 1.


“RIOS DE COMPROMISSOS”


Ao iniciarmos nossa gestão à frente da Governadoria da Associação Internacional de Lions Clubes Distrito Rio de Janeiro LC 1, desejamos fazê-lo utilizando a poesia para oportunizar uma reflexão sobre o nosso papel à frente de nossos Clubes, para isto escolhi João Cabral de Melo em seu “Rios sem Discurso” para servir de base a esta reflexão.

Há na poesia o mágico poder de aprofundamento das emoções e dos sentimentos. Com poesia, portanto, iniciamos esta mensagem neste ano Leonístico.

“RIOS SEM DISCURSO”
João Cabral de Melo Neto

Quando o rio corta, corta-se de vez
O discurso-rio de água que ele fazia;
Cortado, a água se quebra, em pedaços,
Em situação de poço, a água equivale
A uma palavra em situação dicionária:
isolada, estanque no poço dela mesma,
E porque assim estanque, estancada;
e mais: porque assim estancada, muda,
e muda porque com nenhuma comunica,
porque cortou-se a sintaxe desse rio,
o fio de água porque ele decorria

O curso de um rio, seu discurso-rio.
Chega raramente a se reatar de vez;
um rio precisa de muito fio de água
Para refazer o fio antigo que o fez.
Salvo a grandiloqüência de uma cheia
lhe impondo interina outra linguagem,
um rio precisa de muita água em fios
para que todos os poços se enfrasem:
se reatando, de um para outro poço,
em frases curtas, então frase e frase
até a sentença-rio do discurso único
em que se tem voz a seca ele combate

Encerro esta mensagem com as seguintes palavras aos companheiros e companheiras, voluntários e voluntárias, Leão e companheiras-Leão:


Para vocês que não se deixam ficar estanque em poço de água paralítica;
Para vocês que são fio de água correndo ao encontro de outros fios para reatar o discurso-rio de uma ação Leonística de qualidade;
Para vocês que se propõe a combater a seca dos acomodados;


Nosso carinho, nossa força e a nossa promessa de estaremos juntos, fios de água persistentes, tentando unir os poços isolados.